Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

Urso Tobias

Tobias, or not Tobias, that is the question. Divagações de um urso.

Urso Tobias

Tobias, or not Tobias, that is the question. Divagações de um urso.

Toca a circular, não há nada para ver aqui

arbitragem.jpg

Mais uma jornada e continua tudo dentro da normalidade no futebol português.

Confusão no final do jogo entre o Braga e o Sporting? Ui, que surpresa. Benfica a não jogar nada contra o Santa Clara? Também bastante surpreendente. Sérgio Conceição expulso e agressões a operadores de câmara no final do jogo entre o Moreirense e o Porto? Realmente, nunca visto...

Anos e anos disto e ninguém está realmente preocupado. O que interessa aos adeptos é se a sua equipa ganha ou não. E, de uma forma geral, quando a sua equipa não ganha, os adeptos dos três grandes são assim:

Sportinguistas - A culpa é do Varandas.

Portistas - A culpa é dos árbitros, dos jornalistas e do Benfica.

Benfiquistas - A culpa é dos árbitros, dos jogadores, do Jorge Jesus, do Vieira, do tratador da relva, do motorista do autocarro, da Covid, ...

É assim.

E o que chateia mais do que a sua equipa não ganhar? Só a de um adversário vencer. A classificação de um campeonato é justa exclusivamente se a vencedora for a equipa pela qual se torce. Tudo o resto é porque os outros foram ajudados deliberadamente, está tudo feito e é tudo contra o nosso clube. É sempre assim.

Depois temos Apitos Dourados, e-toupeiras, invasões a Academias, agressões entre adeptos, autocarros apedrejados, etc, etc, etc, e aparentemente não há problema algum. Qualquer adepto genérico acha que por os outros clubes fazerem porcaria então está também justificada a porcaria que o seu clube faz. É curioso que na vida normal ninguém pensaria "Se o meu vizinho matou uma velha, eu também posso matar uma velha e ninguém tem nada a ver com isso", agora no futebol arranja-se qualquer desculpa para justificar ou minimizar os erros dos que nos dizem mais.

É muito estranho que se desculpe constantemente os erros próprios com os erros dos outros. Eu gosto muito de ver o meu clube ganhar, mas, mais do que isso, gosto que as pessoas associadas a ele tenham um comportamento exemplar dentro e fora das quatro linhas. Não me dá prazer algum ver atirarem lama para o símbolo do clube de cada vez que há um incidente. É que as pessoas desaparecem do clube, mas o clube ficará para sempre com os casos associados ao seu nome.

Seria realmente interessante começar a ver os clubes a serem castigados a sério. Por exemplo, com perda de pontos cada vez que determinados casos acontecem. Das duas uma, ou íamos ver mudanças no comportamento das pessoas ou íamos ver Benfica, Porto e Sporting a descer de divisão ou a lutar para não descer. Ia ser mesmo bastante interessante.

Entretanto, como nada disto é feito, lá teremos de aguentar aqui com o tugão. Onde é "Toca a circular, não há nada para ver aqui".

O importante é ter saúde

O jogo de ontem contra o Sporting foi um belo espelho do que tem sido o Benfica no último ano.

Jogar com três centrais, Jardel lesiona-se aos 10 minutos, não ter centrais no banco no mesmo dia em que se despachou dois. Rafa literalmente coxo no final da primeira parte a ter de voltar para a segunda. Sofrer um golo aos 92 minutos... do Matheus Nunes. É nisto que está o Benfica.

O Benfica acaba por ser a maior impulsionador ao ateísmo. Nem Jesus nem Deus nos conseguem salvar.

Ainda pensei que desse uma luz ao Luís Filipe Vieira e desatasse a reforçar a equipa naqueles últimos trinta minutos do mercado de transferências após o jogo, mas nada.

Bem, eu até dizia que o mais importante é ter saúde, mas, com tantos casos de COVID-19, nem isso o Benfica consegue. Raios, sinto-me mesmo deprimido com isto.

Mandar bocas a árbitros é apenas para treinadores de nível IV

Rúben Amorim expulso

Rúben Amorim foi expulso ontem no jogo contra o Porto por palavras dirigidas à equipa de arbitragem, após um penalty assinalado a favor do Sporting ser revertido por indicação do VAR.

Na conferência de imprensa aceitou a expulsou mas referiu o seguinte:

Passa pela dualidade de critérios. Faço mea culpa, porque não deveria ter dito o que disse. Ouço o mesmo todas as semanas e momentos antes ouviu-se pior de outro sítio. Não posso falar sempre dos árbitros e aceito qualquer que seja o castigo. O que me revoltou foi a dualidade de critérios. Sempre a aprender e a crescer.

O Rúben Amorim tem de perceber que mandar bocas aos árbitros é um módulo do IV nível do curso de treinador. Só quando ele concluir o curso é que fica habilitado a dizer que os árbitros são uma vergonha ou para irem apanhar num certo sítio, sem arranjar problemas.

Estou em condições de afirmar que terminou o mercado de transferências

Qual Rui Pedro Braz, estou em condições de afirmar que terminou o mercado de transferências em Portugal. Finalmente!

Do que me lembro, foi provavelmente dos anos em que o mercado de transferências no futebol esteve mais activo. Dizemos que a qualidade das novelas portuguesas tem crescido nos últimos anos, mais ainda está bem longe do que são as novelas dos mercados de transferências.

Este ano foi particularmente cansativo tentar acompanhar todos os acontecimentos que foram decorrendo. Houve um pouco de tudo, drama, suspense, comédia, horror. Novelas um pouco para todos os gostos.

Do lado do Benfica, a maior, a grande produção foi a do Cavani. Vem, não vem. Tenho informações de que está 99% certo. Afinal, foi para o Manchester United. Mas muitas outras existiram, protagonizadas por Jorge Jesus que quer sempre 101 reforços e gosta sempre de fazer birrinhas de criança "Se não vêm os que eu gostava, também não quero mais nenhum".

No Porto, que esteve bastante activo no último dia de mercado, a principal foi a de Toni Martínez. Esta foi uma espécie de novela Cavani dos pobres. Vem, não vem. Tenho informações de que está 99% certo. Só que afinal foi mesmo para o Porto. Ao menos esta acabou com sucesso.

Por sua vez no Sporting, também bastante activo no mercado e com uma das maiores surpresas, João Mário, a grande novela foi a tentativa de contratação de Paulinho ao Braga. Obviamente não aconteceu. Quem é que gosta de vender coisas a alguém quando já tem um calote enorme? Só quem gosta de ser feito de parvo.

Mesmo os clubes ditos "mais pequenos" este ano foram bastante activos com muitas contratações de qualidade. Como naquelas novelas em que os personagens secundários têm enredos interessantes.

E não só nas entradas, as saídas também que existiram são uma prova de que o mercado de transferências nacional foi fortíssimo este ano. Existiram saídas de todos os feitios, no entanto, digam o que disserem, a mais sonante e surpreendente para mim, acaba por ser a saída de Madonna para fora de Portugal. Chocante. Desta nenhum dos programas desportivos que comentam as transferências com 100% de certezas adivinharam.

Acredito que iremos ter um campeonato bastante competitivo este ano o que será bom para quem gosta de futebol. Para os que acham que a sua equipa tem de ganhar todos os jogos pelo menos por 3-0 ou então está tudo mal, vai ser uma época mais complicada.

CR7 Academy

A Academia do Sporting vai passar a chamar-se Academia Cristiano Ronaldo.

Já estou a imaginar o Frederico Varandas a ligar ao Ronaldo:

FV - 'Tou Ronaldo. Daqui é o Varandas, tudo bem?

CR7 - Viva, senhor das varandas, tudo bem. Ainda bem que me liga, porque estou aqui com um problema na varanda de uma das minhas casas.

FV - Não. É o Frederico Varandas. O presidente.

CR7 - Presidente? De que clube?

FV - Do Sporting.

CR7 - Qual Sporting?

FV - Sporting Clube de Portugal.

CR7 - Então mas o presidente não é o Bruno de Carvalho?

FV - Não, não, sou eu. Apesar de às vezes nem eu próprio saber bem como. Hehe.

CR7 - Ah ok. Diga lá então.

FV - Olha, queria perguntar-te se não te importavas que déssemos o teu nome à Academia do Sporting.

CR7 - Academia CR7... Ficava bem. Pode ser.

FV - Não, não. Estava a pensar algo mais como Academia Cristiano Ronaldo.

CR7 - Hummm. Mas isso não é a minha marca. Tem de ser Academia CR7. Ou melhor, CR7 Academy, para ser internacional.

FV - Mas Cristiano, isto é para o Sporting. Era para te homenagear. Como saíste daqui e tal. Não dava jeito ser com o nome da tua marca.

CR7 - Epá, isto não muito o meu estilo, mas como é uma homenagem e para vos ajudar, pode ser.

FV - E mais uma coisinha Cristiano. Podias por favor não ir acabar a carreira ao Benfica?

CR7 - Ó senhor das varandas, isso é complicado. Não sei como será o futuro...

FV - Por favor, Cris. É que se fores para o Benfica depois precisamos de apagar tudo e mudar novamente de nome. Não temos dinheiro para isso. Vá lá. Acaba a carreira nos EUA ou assim.

CR7 - EUA não vai dar. Em princípio nunca mais meto lá os pés.

FV - Então noutro país qualquer. Ou se quiseres vir para Portugal, vens aqui para o Sporting, só tens é de ganhar um pouco menos. Vá lá. Só não vás é para o Benfica.

CR7 - Não sei, não sei. Talvez. Mas não prometo nada.

FV - Pronto, ficamos assim combinados então. Vais ver que vai ser bom. Até podes depois meter o Cristianinho a treinar lá. Já viste? O Cristianinho a treinar na Academia Cristiano Ronaldo? Parece poético.

CR7 - Tá bem, logo se vê. É tudo? É que tenho de ir ali tirar umas fotos com a Georgina.

FV - É tudo, é tudo. Obrigadão Cristiano. És o maior.

CR7 - Então adeus senhor das varandas.

Se não foi isto, deve ter andado perto.

Reações

As reações dos principais clubes às buscas realizadas no âmbito da operação 'Fora de Jogo':

Sporting: “A Sporting Clube de Portugal - Futebol, SAD congratula-se por colaborar com as autoridades competentes em prol de uma maior verdade desportiva e transparência, contribuindo para a dignificação do futebol português, neste e noutros processos.”

Porto: “A FC Porto - Futebol, SAD, a FC Porto Comercial e o seu presidente do Conselho de Administração confirmam que foram alvos de buscas promovidas pelo Tribunal Central de Instrução Criminal. Como sempre, estão a colaborar com a justiça.”

Benfica: “Outra vez por aqui?”

Mais sobre mim

foto do autor

Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

Pesquisar

 

Arquivo

  1. 2021
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2020
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2019
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D
  40. 2018
  41. J
  42. F
  43. M
  44. A
  45. M
  46. J
  47. J
  48. A
  49. S
  50. O
  51. N
  52. D
  53. 2017
  54. J
  55. F
  56. M
  57. A
  58. M
  59. J
  60. J
  61. A
  62. S
  63. O
  64. N
  65. D
  66. 2016
  67. J
  68. F
  69. M
  70. A
  71. M
  72. J
  73. J
  74. A
  75. S
  76. O
  77. N
  78. D
  79. 2015
  80. J
  81. F
  82. M
  83. A
  84. M
  85. J
  86. J
  87. A
  88. S
  89. O
  90. N
  91. D
  92. 2014
  93. J
  94. F
  95. M
  96. A
  97. M
  98. J
  99. J
  100. A
  101. S
  102. O
  103. N
  104. D
  105. 2013
  106. J
  107. F
  108. M
  109. A
  110. M
  111. J
  112. J
  113. A
  114. S
  115. O
  116. N
  117. D
  118. 2012
  119. J
  120. F
  121. M
  122. A
  123. M
  124. J
  125. J
  126. A
  127. S
  128. O
  129. N
  130. D
  131. 2011
  132. J
  133. F
  134. M
  135. A
  136. M
  137. J
  138. J
  139. A
  140. S
  141. O
  142. N
  143. D
  144. 2010
  145. J
  146. F
  147. M
  148. A
  149. M
  150. J
  151. J
  152. A
  153. S
  154. O
  155. N
  156. D
  157. 2009
  158. J
  159. F
  160. M
  161. A
  162. M
  163. J
  164. J
  165. A
  166. S
  167. O
  168. N
  169. D
  170. 2008
  171. J
  172. F
  173. M
  174. A
  175. M
  176. J
  177. J
  178. A
  179. S
  180. O
  181. N
  182. D
  183. 2007
  184. J
  185. F
  186. M
  187. A
  188. M
  189. J
  190. J
  191. A
  192. S
  193. O
  194. N
  195. D
  196. 2006
  197. J
  198. F
  199. M
  200. A
  201. M
  202. J
  203. J
  204. A
  205. S
  206. O
  207. N
  208. D
  209. 2005
  210. J
  211. F
  212. M
  213. A
  214. M
  215. J
  216. J
  217. A
  218. S
  219. O
  220. N
  221. D
Em destaque no SAPO Blogs
pub