Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

Urso Tobias

Tobias, or not Tobias, that is the question. Divagações de um urso.

Urso Tobias

Tobias, or not Tobias, that is the question. Divagações de um urso.

Dia histórico para os benfiquistas

Reservoir Dogs

Quase 40000 sócios do Benfica, nas eleições mais participadas de sempre de um clube em Portugal, juntaram-se e escolheram... Luís Filipe Vieira.

Ontem foi o dia perfeito para lançar todas as notícias que se quisesse, porque todo o país esteve voltado para as eleições do Benfica.

Governo consegue a aprovação do Orçamento? Eu quero é que a aprovação do Orçamento do Estado para 2021 se lixe. BENFICA! BENFICA! BENFICA!

Até o Futebol Clube do Porto aproveitou que os portistas estavam mais interessados com as eleições do Benfica para anunciar um prejuízo recorde de 115,94 milhões de euros. Pinto da Costa bem.

Desde manhã cedo até de madrugada, filas enormes um pouco por todo o país com sócios à espera para votar. É incrível como os Portugueses indignam-se por terem de esperar 15 minutos para votar numas eleições para Portugal, mas não têm problemas em esperar 3 horas para votar para o seu clube. Como não amar.

Cedo deu para perceber que estas seriam umas eleições históricas em termos de participação. Parecia mesmo até que ia ter mais participação do que as eleições legislativas regionais nos Açores. Não andou assim tão longe.

Era tanta gente que o Luís Filipe Vieira, sempre que olhava na televisão para as filas enormes de sócios que ainda estava à espera para votar, até soltava uma pinguinha com medo que muitos daqueles fossem votar em João Noronha Lopes. Nem que seja só por isso já valeu a pena.

No entanto, a minha opinião é que mais de metade daquele pessoal que esteve nas filas para votar nas eleições do Benfica não eram sequer sócios. Aquilo foi malta que viu uma fila, meteu-se no fim e só quando chegou lá à frente é que perceberam para o que era. Toda a gente sabe que um bom tuga adora estar numa fila.

Até à divulgação dos resultados houve a esperança de uma mudança. Tal não aconteceu, mas o Benfica continua a ser Benfica. Um Benfica que nasceu em 1904 e não em 1997 com Vale e Azevedo ou 2003 com Luís Filipe Vieira como alguns querem fazer parecer.

O que importa é que hoje é realmente um dia histórico para os benfiquistas. Não só pela participação recorde nas eleições e capacidade de mobilização, mas, principalmente, por terem escolhido reeleger Luís Filipe Vieira. Hoje é o dia a partir do qual nunca mais um benfiquista terá moral para falar de Apito Dourados e todas as outras manhosices de Pinto da Costa. Escolheram ser iguais. Acabou-se.

Toda a gente tem processos

processos everywhere.jpg

Não queria estar a voltar a este tema, mas ontem a entrevista de Luís Filipe Vieira foi demasiado divertida para deixar passar. Para além disso, hoje são as eleições no Sport Lisboa e Benfica, pelo que depois também já não fará sentido voltar a falar disto.

Eu não apanhei a entrevista desde o início, mas, do que vi, teve bastantes momentos incríveis.

Um dos momentos que mais apreciei foi o da seguinte declaração proferida por Luís Filipe Vieira:

Se eu não fosse presidente do Benfica não havia processo LEX para mim.

Exacto! É mesmo esse o problema do processo LEX, oferecer contrapartidas como presidente do Benfica para a resolução de assuntos pessoais. Obrigado Luís Filipe Vieira, mais uma vez, por vir clarificar.

Outro dos momentos que mais gostei, foi a capacidade exímia do presidente do Benfica em esclarecer assuntos. Esteve ao mais alto nível nesse aspecto.

  • Sócio do Porto -> Quero falar do Benfica, não vou falar disso.
  • Cavani -> Já é um assunto encerrado, não vou falar nisso.
  • Processos judiciais -> Isso pertence à justiça, não vou falar disso.
  • Luisão no banco -> Isso não tem nada a ver com as eleições do Benfica, não vou falar disso.

A sua capacidade em fintar a pergunta dos processos judiciais então foi divinal. «Toda a gente tem processos». Parecia o Seferovic a controlar a bola no final da Taça de Portugal.

Finalizando, a sua apresentação do projecto do futuro do Benfica. Pelo que entendi, o seu projecto para o Benfica é criar o medo nos benfiquistas na vinda de um novo Vale e Azevedo, dizendo que ou é ele o presidente ou então o Benfica acaba. O seu projecto para o futuro é dizer que fez obra no passado. É todo um conceito inovador.

No entanto, ao ouvi-lo puxar pelos medos irracionais da mudança, uma coisa provocou-me uma ligeira confusão. Se o Benfica está assim tão bem, como é que entrando outra pessoa de repente tudo colapsaria? É estranho. Diria que esse até seria um dos seus grandes méritos, ter criado um Benfica estável financeiramente. Mas aparentemente está tudo preso à sua pessoa e só ele saberá como seguir o rumo vencedor. Normalmente não costuma ser um bom sinal quando as empresas estão tão dependentes de uma única pessoa para o trabalho ser realizado em condições.

Bem, resumindo, foi uma excelente entrevista de Luís Filipe Vieira à CMTV, sempre fortíssimo a esclarecer todos os assuntos que um benfiquista gostaria de ver esclarecidos. Assim, sim. Assim vale a pena.

A melhor assistência para golo de Bernardo Silva

Bernardo Silva

A campanha eleitoral para a presidência do Benfica está prestes a chegar ao fim e ontem foi um dia particularmente quentinho nessa mesma campanha.
Começou logo com uma entrevista de Luís Filipe Vieira ao jornal A Bola em que, entre outras coisas, teve o seguinte comentário:

Se o Jorge Jesus tem dito que sim, na altura, não seria o Bruno Lage a substituir Rui Vitória.

Ficámos a saber que quem devia andar a pagar almoços a jornalistas para o nome do Jorge Jesus vir sempre a lume quando o Bruno Lage ainda era treinador do Benfica era afinal o próprio presidente do Benfica. Todos os benfiquistas devem agradecer a Luís Filipe Vieira por vir clarificar isso na entrevista. Afinal não era Bruno Lage que era louco por pensar que lhe estavam a fazer a cama.

Foi importante também para se ficar a saber que o último campeonato conquistado pelo Benfica foi ganho apesar de Luís Filipe Vieira e não por causa de Luís Filipe Vieira. Bruno Lage só foi o treinador, porque começou a ganhar e obrigou a isso. Ele nunca foi o treinador de Vieira.

Depois, a grande bomba do dia, quando Bernardo Silva veio a público, através de um comunicado, agradecer a Luís Filipe Vieira "por ter reconstruído o Benfica", mas onde apontou o dedo à "falta de transparência e respeito pelos sócios" e condenando "os esquemas, as mentiras, tentativas de aprovação de OPA ilegal (felizmente chumbada) que seria uma vergonha, um claro assalto aos cofres do clube para benefício de singulares".

Basicamente, Bernardo Silva veio a público expressar as preocupações que qualquer benfiquista deveria ter face ao que tem sido tornado visível nos últimos anos.

Bernardo Silva subtilmente a dizer a todos os sócios do Benfica que se o querem de volta nos próximos quatro anos sabem bem em quem não votar. Melhor assistência para golo de sempre do Bernardo. Só falha este golo quem quer ou não tem qualidade para mais.

O dia podia ter terminado por aí, mas Jorge Jesus, do alto da sua inegável sabedoria, decidiu pegar nas dores de Luís Filipe Vieira e, na conferência de imprensa após o jogo do Benfica frente ao B-SAD, chamar o Bernardo Silva de ingrato.

Jorge Jesus decidiu contar «a verdade» sobre a saída de Bernardo da Luz. Bernardo foi ter com o treinador do Benfica perguntar se contava com ele para jogar e Jorge Jesus basicamente disse-lhe que não.

Até já estou a imaginar como decorreu a conversa entre os dois. Deve ter sido mais ou menos isto:

Bernardo Silva - Mister, tem planos para eu jogar na equipa?

Jorge Jesus - Nem por isso. Vais tirar o lugar a quem? Ao Gaitán? Ao Salvio? Ao Ola John? Ao Candeias? Ao Bebé?

Bernardo Silva - Então já que não conta comigo vou à minha vida para onde possa jogar, ok?

Jorge Jesus - Vai-te embora, seu ingrato!

O Jorge Jesus deve ter pensado que disse alguma grande novidade aos benfiquistas, mas alguém deve ter-se esquecido de o avisar que aquilo que ele referiu sobre a saída do Bernardo Silva já o próprio Bernardo tinha contado faz algum tempo. É só pesquisar um pouco.

De qualquer forma acaba por ter bastante piada o Jorge Jesus vir chamar alguém de ingrato. O Jorge Jesus! Já agora, por falar em gratidão, Jorge Jesus e Luís Filipe Vieira, lembram-se disto?

Vieiradas.JPG

Jorge Jesus deve achar que Luís Filipe Vieira é o Benfica. Apesar de hoje em dia isso parecer cada vez mais verdade, a realidade não é essa. Luís Filipe Vieira é apenas o presidente do Benfica, não é o Benfica. Não está acima de críticas.

Se Bernardo Silva tinha feito uma assistência primorosa para poderem marcar golo, Jorge Jesus numa jogada arriscada decidiu cortar o lance fazendo penalti sobre Bernardo. Cabe agora a todos os sócios do Benfica não falharem e concretizarem em golo esta oportunidade. Está nas vossas mãos.

Uma nova equipa, o Benfica de sempre

Benfica contra PAOK. Um jogo que supostamente iria definir muito do que será a temporada do Benfica. Benfica perde. Uma nova equipa, o Benfica das competições europeias de "sempre".

Apesar de toda a confiança em que o Benfica pudesse ultrapassar este adversário, acredito que uma boa parte dos benfiquistas tinha ali uma certa impressão de que isto tinha tudo para correr mal. Então quando o Benfica pagou para o Zivkovic ir-se embora e ele foi para o PAOK, estava-se mesmo a ver que ele ainda ia marcar um golo. É mesmo daquelas coisas à Benfica.

O facto de jogar no Estádio Toumba também já era outro presságio do que viria a acontecer. O Benfica "toumbou" e "toumbou" forte. Mais uma prova que Jorge Jesus não é nenhum mágico que de repente mete as equipas a jogar. É um bom treinador é verdade, mas há muitos outros bons treinadores portugueses por aí. Só precisam é de oportunidades para mostrar o seu trabalho.

Imagino o que se diria na comunicação social se isto tivesse acontecido ao Rui Vitória ou ao Bruno Lage. Seriam completamente enxovalhados em praça pública, mas ontem praticamente não se ouviu nenhuma crítica ao Jorge Jesus. A sua rede de influência está bem montada.

Quando o Luís Filipe Vieira disse na apresentação do Jorge Jesus que queria ganhar na Europa nós benfiquistas é que entendemos mal. O que ele se estava a referir era à Liga Europa. E esse mérito já ninguém tira a Jorge Jesus. Num único jogo conseguiu a qualificação para a Liga Europa.

Temos também de ver que, nesta altura de pandemia, o melhor é mesmo evitar andar a fazer deslocações pela Europa por questões sanitárias. Benfica bem. Se todos fossemos assim, de certeza que não existiriam tantos contágios.

Só sei é que, depois do jogo de ontem, o António Costa vai de certeza despachar-se a saltar fora da comissão de honra do Luís Filipe Vieira.

Fantasma do Passado

Eu não acredito em fantasmas, mas parece que as próximas eleições à presidência do Benfica irão a ser assombradas por um.

Quando todos esperávamos que a luta ao cargo se fizesse entre o actual presidente e outros candidatos, aparentemente será entre Luís Filipe Vieira e o fantasma de Vale e Azevedo.

Infelizmente foi a este estado que o Benfica chegou. Um estado em que Luís Filipe Vieira é uma espécie de deus e quem quer que apareça leva logo com o fantasma do Vale e Azevedo em cima.

Diga-se de passagem que é bastante curioso Luís Filipe Vieira fazer uma campanha com base no reavivamento dos medos do passado dos benfiquistas. É que se formos a olhar para o passado mais recente, a quantidade de processos manhosos em que o Benfica se viu envolvido, não abonam em nada a seu favor. Se calhar é melhor começar a focar-se mais no que pode apresentar para o futuro.

Benfica a cumprir as recomendações da DGS

Luís Filipe Vieira, após demitir Rui Vitória, disse que os benfiquistas ainda iriam ter muitas saudades suas. Foi uma profecia que infelizmente se concretizou.

Dizem que o tempo cura tudo. No caso do futebol, os maus resultados do presente, fazem parecer os trabalhos do passado melhores. Bruno Lage que no ano passado era o maior, agora é uma porcaria. Rui Vitória já não parece assim tão mau. Jorge Jesus parece um génio. É sempre assim.

Com os jogadores é a mesma coisa. A super-equipa do Benfica de agora faz parecer que as equipas dos finais dos anos 90 e início dos anos 2000 estavam cheias de craques. Um benfiquista agora vê Ruben Dias e lembra-se de João Manuel Pinto, vê Seferovic e lembra-se de Pringle, vê Dyego Sousa e lembra-se de Karadas, vê Pizzi e lembra-se de Carlitos, vê Gabriel e lembra-se de Andrade, vê Ferro e lembra-se daqueles pinos que se usam para treinar os livres. Até o Mantorras ainda era capaz de dar uma perninha agora para os últimos minutos. Mas só uma, porque a outra já se foi mesmo.

Como benfiquista, tenho de agradecer a Bruno Lage pelo campeonato do ano passado e desejar-lhe o melhor para o futuro. Bruno Lage merece. Parece ser uma pessoa séria, o que dentro do mundo do futebol parece ser cada vez mais raro. Tem competência, mas perdeu-se. Acontece.

Ficamos todos à espera de ver também o que irá acontecer com Luís Filipe Vieira. Não podemos ficar constantemente presos ao fantasma do Vale e Azevedo. A ficar, tem de ser com um projeto de futuro e não pela ameaça do medo do passado. Saindo, não iria de deixar de ter uma certa piada vê-lo cair antes de Pinto de Costa. Pinto da Costa está para os presidentes de clubes como a Rainha Elizabeth II está para a monarquia, ambos se mantém firmes enquanto todos à volta vão sucumbindo.

Já que o Benfica decidiu ajudar a cumprir com as recomendações da DGS, evitando a todo o custo ajuntamentos no Marquês, resta-me desejar que a equipa se vá segurando até ao final e que Eusébio nos livre do Sporting ainda os apanhar. É que estamos na época do melão e da melancia e não sei se muitos benfiquistas aguentariam com tamanha fruta.

Luís Filipe Vieira, espectador assíduo das conferências de imprensa da DGS

A partir de ontem, com o chumbo do orçamento na Assembleia Geral do Benfica, o Luís Filipe Vieira passará a ser dos espectadores mais assíduos das conferências de imprensa da DGS e do Ministério da Saúde. O seu interesse em que o coronavírus não se espalhe ou que apareça uma vacina rapidamente nos próximos 4 meses disparou abruptamente.

É que se o vírus começa a apanhar os velhotes benfiquistas, lá se vão aqueles conjuntos de 50 votos e, consequentemente, lá se vão as próximas eleições presidenciais do Benfica.

Mais sobre mim

foto do autor

Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

Pesquisar

 

Arquivo

  1. 2021
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2020
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2019
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D
  40. 2018
  41. J
  42. F
  43. M
  44. A
  45. M
  46. J
  47. J
  48. A
  49. S
  50. O
  51. N
  52. D
  53. 2017
  54. J
  55. F
  56. M
  57. A
  58. M
  59. J
  60. J
  61. A
  62. S
  63. O
  64. N
  65. D
  66. 2016
  67. J
  68. F
  69. M
  70. A
  71. M
  72. J
  73. J
  74. A
  75. S
  76. O
  77. N
  78. D
  79. 2015
  80. J
  81. F
  82. M
  83. A
  84. M
  85. J
  86. J
  87. A
  88. S
  89. O
  90. N
  91. D
  92. 2014
  93. J
  94. F
  95. M
  96. A
  97. M
  98. J
  99. J
  100. A
  101. S
  102. O
  103. N
  104. D
  105. 2013
  106. J
  107. F
  108. M
  109. A
  110. M
  111. J
  112. J
  113. A
  114. S
  115. O
  116. N
  117. D
  118. 2012
  119. J
  120. F
  121. M
  122. A
  123. M
  124. J
  125. J
  126. A
  127. S
  128. O
  129. N
  130. D
  131. 2011
  132. J
  133. F
  134. M
  135. A
  136. M
  137. J
  138. J
  139. A
  140. S
  141. O
  142. N
  143. D
  144. 2010
  145. J
  146. F
  147. M
  148. A
  149. M
  150. J
  151. J
  152. A
  153. S
  154. O
  155. N
  156. D
  157. 2009
  158. J
  159. F
  160. M
  161. A
  162. M
  163. J
  164. J
  165. A
  166. S
  167. O
  168. N
  169. D
  170. 2008
  171. J
  172. F
  173. M
  174. A
  175. M
  176. J
  177. J
  178. A
  179. S
  180. O
  181. N
  182. D
  183. 2007
  184. J
  185. F
  186. M
  187. A
  188. M
  189. J
  190. J
  191. A
  192. S
  193. O
  194. N
  195. D
  196. 2006
  197. J
  198. F
  199. M
  200. A
  201. M
  202. J
  203. J
  204. A
  205. S
  206. O
  207. N
  208. D
  209. 2005
  210. J
  211. F
  212. M
  213. A
  214. M
  215. J
  216. J
  217. A
  218. S
  219. O
  220. N
  221. D