Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

Urso Tobias

Tobias, or not Tobias, that is the question. Divagações de um urso.

Urso Tobias

Tobias, or not Tobias, that is the question. Divagações de um urso.

Jornalismo espectáculo

Não sei se já escrevi aqui sobre isto, mas, a forma como a comunicação social no geral e a CMTV em particular estão a pegar neste caso do rapaz que supostamente queria fazer um ataque na Faculdade de Ciências da Universidade de Lisboa, fez-me voltar a pensar nesta situação.

Rezem para que nenhum familiar vosso faça porcaria digna de ficar no radar da CMTV. É que eles vão acabar por investigar a família toda e descobrir tudo e mais alguma coisa sobre vocês, relacionando com o que se passou, apesar de não ter minimamente a ver com o caso.

Vão descobrir aquela vez em que roubaram duas pastilhas na mercearia do bairro. Vão descobrir que levaram cábulas para o teste de História. Vão descobrir daquela multa por excesso de velocidade. Vão descobrir daquela altura que não foram visitar os vossos avós.

Isto tudo para chegarem à conclusão que não são uma família normal e o quer que tenha acontecido já era esperado vir a acontecer. A rapidez com que se envia toda uma família para a lama é absurda. É este o tipo de jornalismo nojento e pouco ético que temos actualmente, um jornalismo espectáculo.

Qual é o fascínio do Twitter?

twitter-logo-1[1].jpg

Alguém me consegue explicar o Twitter?

Isto não é nenhum rant contra o Twitter, nada disso. É simplesmente desconhecimento meu.

Eu não tenho conta lá e sempre assumi que fosse apenas mais uma maneira de dizer porcaria como o Facebook, com a diferença de ser em poucos caracteres. Porcaria por porcaria, acabo por preferir quando tem mais conteúdo. Costuma ter mais piada.

No entanto, quando vejo a quantidade de assuntos que saltam para a comunicação social vindos de lá, fico sem perceber nada. É que os assuntos são tão diversos e muitas vezes tão sem sentido que realmente não entendo como há essa transição. E normalmente é envolvendo pessoas revoltadas contra qualquer coisa. Não sei se é de mim, mas não vejo isso a acontecer tanto nas outras redes sociais. Há estupidez é verdade, mas não costuma dar o pulo para fora da própria rede social tão regularmente.

Parece que agora uma boa parte do jornalismo passa por estar sentado atrás de um computador a ver o que está trending nas redes sociais, e em especial no Twitter, e copiar. Isto já para não falar de muito político que faz do Twitter a sua plataforma de comunicação principal. Quando é que foi que isto passou a ser assim? Raios, já me sinto um velho a falar...

Mas a sério, alguém aí que o utilize regularmente consegue dizer qual é mesmo o fascínio do Twitter?

Mais sobre mim

foto do autor

Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

Pesquisar

 

Arquivo

  1. 2022
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2021
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2020
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D
  40. 2019
  41. J
  42. F
  43. M
  44. A
  45. M
  46. J
  47. J
  48. A
  49. S
  50. O
  51. N
  52. D
  53. 2018
  54. J
  55. F
  56. M
  57. A
  58. M
  59. J
  60. J
  61. A
  62. S
  63. O
  64. N
  65. D
  66. 2017
  67. J
  68. F
  69. M
  70. A
  71. M
  72. J
  73. J
  74. A
  75. S
  76. O
  77. N
  78. D
  79. 2016
  80. J
  81. F
  82. M
  83. A
  84. M
  85. J
  86. J
  87. A
  88. S
  89. O
  90. N
  91. D
  92. 2015
  93. J
  94. F
  95. M
  96. A
  97. M
  98. J
  99. J
  100. A
  101. S
  102. O
  103. N
  104. D
  105. 2014
  106. J
  107. F
  108. M
  109. A
  110. M
  111. J
  112. J
  113. A
  114. S
  115. O
  116. N
  117. D
  118. 2013
  119. J
  120. F
  121. M
  122. A
  123. M
  124. J
  125. J
  126. A
  127. S
  128. O
  129. N
  130. D
  131. 2012
  132. J
  133. F
  134. M
  135. A
  136. M
  137. J
  138. J
  139. A
  140. S
  141. O
  142. N
  143. D
  144. 2011
  145. J
  146. F
  147. M
  148. A
  149. M
  150. J
  151. J
  152. A
  153. S
  154. O
  155. N
  156. D
  157. 2010
  158. J
  159. F
  160. M
  161. A
  162. M
  163. J
  164. J
  165. A
  166. S
  167. O
  168. N
  169. D
  170. 2009
  171. J
  172. F
  173. M
  174. A
  175. M
  176. J
  177. J
  178. A
  179. S
  180. O
  181. N
  182. D
  183. 2008
  184. J
  185. F
  186. M
  187. A
  188. M
  189. J
  190. J
  191. A
  192. S
  193. O
  194. N
  195. D
  196. 2007
  197. J
  198. F
  199. M
  200. A
  201. M
  202. J
  203. J
  204. A
  205. S
  206. O
  207. N
  208. D
  209. 2006
  210. J
  211. F
  212. M
  213. A
  214. M
  215. J
  216. J
  217. A
  218. S
  219. O
  220. N
  221. D
  222. 2005
  223. J
  224. F
  225. M
  226. A
  227. M
  228. J
  229. J
  230. A
  231. S
  232. O
  233. N
  234. D
Em destaque no SAPO Blogs
pub