Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

Urso Tobias

Tobias, or not Tobias, that is the question. Divagações de um urso.

Urso Tobias

Tobias, or not Tobias, that is the question. Divagações de um urso.

Luto da época

taca-final-new[1].jpg

Ontem, parecendo que não, jogou-se a final da Taça de Portugal de futebol. Um jogo entre Benfica e Braga, às 20:30, em Coimbra, sem adeptos, podem chamar-lhe o que quiserem, mas isto não é uma final da Taça de Portugal.

Parabéns ao Sporting de Braga pela vitória. Foram mais fortes e mereceram. Não vou estar a comentar o que se passou no jogo, porque o mais provável é ir dar a discussão sobre arbitragens e não estou nem interessado nem com paciência para isso.

É que estou mesmo farto. Farto de haver sempre uma desculpa externa para justificar todos os falhanços da época. Farto que hajam adeptos que achem que o que demonstra o espírito benfiquista é andar metido numa confusão em campo. Farto do Jorge Jesus que já teve a sua época do Benfica e não devia ter voltado. Farto do Luís Filipe Vieira que também já não devia ter continuado, mas, a não ser que a polícia o venha buscar, deve ficar até ao fim, porque foi o que 60 e tal porcento de sócios assim o quiseram e o merecem. Farto.

A única coisa que fez sentido ontem foi o facto da equipa do Benfica estar a usar o equipamento preto. Perfeito para fazer o luto do que foi esta época.

Para finalizar queria só dizer que futebol feminino é que é.

Não há crise!

Não há crise!

Esta crise do Benfica não tem nada a ver comigo, eu não treinava os meus jogadores…

Foi esta uma das declarações marcantes feitas por Jorge Jesus na conferência de imprensa de antevisão do jogo com o Arsenal.

Claramente Jorge Jesus só tem a ver com o período a seguir à eliminação do playoff para a Liga dos Campeões até ao dia das eleições do Benfica. Tudo o resto, antes e depois desse período, ele não tem culpa, como é óbvio. Alguma vez o mestre da táctica, inventor do futebol moderno e visionário na escolha de defesas laterais poderia ter culpa dos maus resultados e péssimo futebol jogado pela equipa? Nunca!

A continuar assim, acredito que, muito em breve, iremos ter mais uma temporada de Não Há Crise!, o programa de apanhados da SIC. Desta vez, com Jorge Jesus como novo apresentador.

A melhor assistência para golo de Bernardo Silva

Bernardo Silva

A campanha eleitoral para a presidência do Benfica está prestes a chegar ao fim e ontem foi um dia particularmente quentinho nessa mesma campanha.
Começou logo com uma entrevista de Luís Filipe Vieira ao jornal A Bola em que, entre outras coisas, teve o seguinte comentário:

Se o Jorge Jesus tem dito que sim, na altura, não seria o Bruno Lage a substituir Rui Vitória.

Ficámos a saber que quem devia andar a pagar almoços a jornalistas para o nome do Jorge Jesus vir sempre a lume quando o Bruno Lage ainda era treinador do Benfica era afinal o próprio presidente do Benfica. Todos os benfiquistas devem agradecer a Luís Filipe Vieira por vir clarificar isso na entrevista. Afinal não era Bruno Lage que era louco por pensar que lhe estavam a fazer a cama.

Foi importante também para se ficar a saber que o último campeonato conquistado pelo Benfica foi ganho apesar de Luís Filipe Vieira e não por causa de Luís Filipe Vieira. Bruno Lage só foi o treinador, porque começou a ganhar e obrigou a isso. Ele nunca foi o treinador de Vieira.

Depois, a grande bomba do dia, quando Bernardo Silva veio a público, através de um comunicado, agradecer a Luís Filipe Vieira "por ter reconstruído o Benfica", mas onde apontou o dedo à "falta de transparência e respeito pelos sócios" e condenando "os esquemas, as mentiras, tentativas de aprovação de OPA ilegal (felizmente chumbada) que seria uma vergonha, um claro assalto aos cofres do clube para benefício de singulares".

Basicamente, Bernardo Silva veio a público expressar as preocupações que qualquer benfiquista deveria ter face ao que tem sido tornado visível nos últimos anos.

Bernardo Silva subtilmente a dizer a todos os sócios do Benfica que se o querem de volta nos próximos quatro anos sabem bem em quem não votar. Melhor assistência para golo de sempre do Bernardo. Só falha este golo quem quer ou não tem qualidade para mais.

O dia podia ter terminado por aí, mas Jorge Jesus, do alto da sua inegável sabedoria, decidiu pegar nas dores de Luís Filipe Vieira e, na conferência de imprensa após o jogo do Benfica frente ao B-SAD, chamar o Bernardo Silva de ingrato.

Jorge Jesus decidiu contar «a verdade» sobre a saída de Bernardo da Luz. Bernardo foi ter com o treinador do Benfica perguntar se contava com ele para jogar e Jorge Jesus basicamente disse-lhe que não.

Até já estou a imaginar como decorreu a conversa entre os dois. Deve ter sido mais ou menos isto:

Bernardo Silva - Mister, tem planos para eu jogar na equipa?

Jorge Jesus - Nem por isso. Vais tirar o lugar a quem? Ao Gaitán? Ao Salvio? Ao Ola John? Ao Candeias? Ao Bebé?

Bernardo Silva - Então já que não conta comigo vou à minha vida para onde possa jogar, ok?

Jorge Jesus - Vai-te embora, seu ingrato!

O Jorge Jesus deve ter pensado que disse alguma grande novidade aos benfiquistas, mas alguém deve ter-se esquecido de o avisar que aquilo que ele referiu sobre a saída do Bernardo Silva já o próprio Bernardo tinha contado faz algum tempo. É só pesquisar um pouco.

De qualquer forma acaba por ter bastante piada o Jorge Jesus vir chamar alguém de ingrato. O Jorge Jesus! Já agora, por falar em gratidão, Jorge Jesus e Luís Filipe Vieira, lembram-se disto?

Vieiradas.JPG

Jorge Jesus deve achar que Luís Filipe Vieira é o Benfica. Apesar de hoje em dia isso parecer cada vez mais verdade, a realidade não é essa. Luís Filipe Vieira é apenas o presidente do Benfica, não é o Benfica. Não está acima de críticas.

Se Bernardo Silva tinha feito uma assistência primorosa para poderem marcar golo, Jorge Jesus numa jogada arriscada decidiu cortar o lance fazendo penalti sobre Bernardo. Cabe agora a todos os sócios do Benfica não falharem e concretizarem em golo esta oportunidade. Está nas vossas mãos.

Estou em condições de afirmar que terminou o mercado de transferências

Qual Rui Pedro Braz, estou em condições de afirmar que terminou o mercado de transferências em Portugal. Finalmente!

Do que me lembro, foi provavelmente dos anos em que o mercado de transferências no futebol esteve mais activo. Dizemos que a qualidade das novelas portuguesas tem crescido nos últimos anos, mais ainda está bem longe do que são as novelas dos mercados de transferências.

Este ano foi particularmente cansativo tentar acompanhar todos os acontecimentos que foram decorrendo. Houve um pouco de tudo, drama, suspense, comédia, horror. Novelas um pouco para todos os gostos.

Do lado do Benfica, a maior, a grande produção foi a do Cavani. Vem, não vem. Tenho informações de que está 99% certo. Afinal, foi para o Manchester United. Mas muitas outras existiram, protagonizadas por Jorge Jesus que quer sempre 101 reforços e gosta sempre de fazer birrinhas de criança "Se não vêm os que eu gostava, também não quero mais nenhum".

No Porto, que esteve bastante activo no último dia de mercado, a principal foi a de Toni Martínez. Esta foi uma espécie de novela Cavani dos pobres. Vem, não vem. Tenho informações de que está 99% certo. Só que afinal foi mesmo para o Porto. Ao menos esta acabou com sucesso.

Por sua vez no Sporting, também bastante activo no mercado e com uma das maiores surpresas, João Mário, a grande novela foi a tentativa de contratação de Paulinho ao Braga. Obviamente não aconteceu. Quem é que gosta de vender coisas a alguém quando já tem um calote enorme? Só quem gosta de ser feito de parvo.

Mesmo os clubes ditos "mais pequenos" este ano foram bastante activos com muitas contratações de qualidade. Como naquelas novelas em que os personagens secundários têm enredos interessantes.

E não só nas entradas, as saídas também que existiram são uma prova de que o mercado de transferências nacional foi fortíssimo este ano. Existiram saídas de todos os feitios, no entanto, digam o que disserem, a mais sonante e surpreendente para mim, acaba por ser a saída de Madonna para fora de Portugal. Chocante. Desta nenhum dos programas desportivos que comentam as transferências com 100% de certezas adivinharam.

Acredito que iremos ter um campeonato bastante competitivo este ano o que será bom para quem gosta de futebol. Para os que acham que a sua equipa tem de ganhar todos os jogos pelo menos por 3-0 ou então está tudo mal, vai ser uma época mais complicada.

Uma nova equipa, o Benfica de sempre

Benfica contra PAOK. Um jogo que supostamente iria definir muito do que será a temporada do Benfica. Benfica perde. Uma nova equipa, o Benfica das competições europeias de "sempre".

Apesar de toda a confiança em que o Benfica pudesse ultrapassar este adversário, acredito que uma boa parte dos benfiquistas tinha ali uma certa impressão de que isto tinha tudo para correr mal. Então quando o Benfica pagou para o Zivkovic ir-se embora e ele foi para o PAOK, estava-se mesmo a ver que ele ainda ia marcar um golo. É mesmo daquelas coisas à Benfica.

O facto de jogar no Estádio Toumba também já era outro presságio do que viria a acontecer. O Benfica "toumbou" e "toumbou" forte. Mais uma prova que Jorge Jesus não é nenhum mágico que de repente mete as equipas a jogar. É um bom treinador é verdade, mas há muitos outros bons treinadores portugueses por aí. Só precisam é de oportunidades para mostrar o seu trabalho.

Imagino o que se diria na comunicação social se isto tivesse acontecido ao Rui Vitória ou ao Bruno Lage. Seriam completamente enxovalhados em praça pública, mas ontem praticamente não se ouviu nenhuma crítica ao Jorge Jesus. A sua rede de influência está bem montada.

Quando o Luís Filipe Vieira disse na apresentação do Jorge Jesus que queria ganhar na Europa nós benfiquistas é que entendemos mal. O que ele se estava a referir era à Liga Europa. E esse mérito já ninguém tira a Jorge Jesus. Num único jogo conseguiu a qualificação para a Liga Europa.

Temos também de ver que, nesta altura de pandemia, o melhor é mesmo evitar andar a fazer deslocações pela Europa por questões sanitárias. Benfica bem. Se todos fossemos assim, de certeza que não existiriam tantos contágios.

Só sei é que, depois do jogo de ontem, o António Costa vai de certeza despachar-se a saltar fora da comissão de honra do Luís Filipe Vieira.

Mais sobre mim

foto do autor

Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

Pesquisar

 

Arquivo

  1. 2021
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2020
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2019
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D
  40. 2018
  41. J
  42. F
  43. M
  44. A
  45. M
  46. J
  47. J
  48. A
  49. S
  50. O
  51. N
  52. D
  53. 2017
  54. J
  55. F
  56. M
  57. A
  58. M
  59. J
  60. J
  61. A
  62. S
  63. O
  64. N
  65. D
  66. 2016
  67. J
  68. F
  69. M
  70. A
  71. M
  72. J
  73. J
  74. A
  75. S
  76. O
  77. N
  78. D
  79. 2015
  80. J
  81. F
  82. M
  83. A
  84. M
  85. J
  86. J
  87. A
  88. S
  89. O
  90. N
  91. D
  92. 2014
  93. J
  94. F
  95. M
  96. A
  97. M
  98. J
  99. J
  100. A
  101. S
  102. O
  103. N
  104. D
  105. 2013
  106. J
  107. F
  108. M
  109. A
  110. M
  111. J
  112. J
  113. A
  114. S
  115. O
  116. N
  117. D
  118. 2012
  119. J
  120. F
  121. M
  122. A
  123. M
  124. J
  125. J
  126. A
  127. S
  128. O
  129. N
  130. D
  131. 2011
  132. J
  133. F
  134. M
  135. A
  136. M
  137. J
  138. J
  139. A
  140. S
  141. O
  142. N
  143. D
  144. 2010
  145. J
  146. F
  147. M
  148. A
  149. M
  150. J
  151. J
  152. A
  153. S
  154. O
  155. N
  156. D
  157. 2009
  158. J
  159. F
  160. M
  161. A
  162. M
  163. J
  164. J
  165. A
  166. S
  167. O
  168. N
  169. D
  170. 2008
  171. J
  172. F
  173. M
  174. A
  175. M
  176. J
  177. J
  178. A
  179. S
  180. O
  181. N
  182. D
  183. 2007
  184. J
  185. F
  186. M
  187. A
  188. M
  189. J
  190. J
  191. A
  192. S
  193. O
  194. N
  195. D
  196. 2006
  197. J
  198. F
  199. M
  200. A
  201. M
  202. J
  203. J
  204. A
  205. S
  206. O
  207. N
  208. D
  209. 2005
  210. J
  211. F
  212. M
  213. A
  214. M
  215. J
  216. J
  217. A
  218. S
  219. O
  220. N
  221. D
Em destaque no SAPO Blogs
pub