Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

Urso Tobias

Tobias, or not Tobias, that is the question. Divagações de um urso.

Urso Tobias

Tobias, or not Tobias, that is the question. Divagações de um urso.

Carinho

Ursinhos Carinhosos

Benfiquistas, não desesperem mais com os maus resultados e péssimas exibições. Eu fiz uns contactos e fui chamar os meus amigos Ursinhos Carinhosos. Se o Benfica está a precisar de carinho, aqui está a solução.

Abaixo segue uma preview do vídeo motivacional que será dado a jogadores e equipa técnica antes do jogo de hoje contra o Arsenal.

Estou confiante que com isto vamos ganhar facilmente aos ingleses.

Peço desculpa a todos os benfiquistas por não me ter lembrado disto há mais tempo. Se soubesse que bastava isto do carinho, eu já tinha feito este contacto e já tinhamos resolvido isto. Eu assumo as minhas responsabilidades nesta crise do Benfica. Desculpem e tentarei estar mais atento no futuro.

Não há crise!

Não há crise!

Esta crise do Benfica não tem nada a ver comigo, eu não treinava os meus jogadores…

Foi esta uma das declarações marcantes feitas por Jorge Jesus na conferência de imprensa de antevisão do jogo com o Arsenal.

Claramente Jorge Jesus só tem a ver com o período a seguir à eliminação do playoff para a Liga dos Campeões até ao dia das eleições do Benfica. Tudo o resto, antes e depois desse período, ele não tem culpa, como é óbvio. Alguma vez o mestre da táctica, inventor do futebol moderno e visionário na escolha de defesas laterais poderia ter culpa dos maus resultados e péssimo futebol jogado pela equipa? Nunca!

A continuar assim, acredito que, muito em breve, iremos ter mais uma temporada de Não Há Crise!, o programa de apanhados da SIC. Desta vez, com Jorge Jesus como novo apresentador.

Good Morning Vietnam!

vietname.jpg

Como diria o Robin Williams: GOOOOOD MORNING VIETNAM!

Obrigado aos cerca de 40000 sócios do Benfica que decidiram manter tudo na mesma. Têm agora zero razões para se queixarem, porque estão a ter exactamente aquilo para o qual votaram. É só começarem os julgamentos de todos os processos para onde o nome do Benfica foi atirado e fica o ramalhete completo.

Mais uma vez, obrigado a todos os sócios que acharam que o Benfica nasceu em 2003. Engraçado como agora parece que desapareceram todos.

O importante é ter saúde

O jogo de ontem contra o Sporting foi um belo espelho do que tem sido o Benfica no último ano.

Jogar com três centrais, Jardel lesiona-se aos 10 minutos, não ter centrais no banco no mesmo dia em que se despachou dois. Rafa literalmente coxo no final da primeira parte a ter de voltar para a segunda. Sofrer um golo aos 92 minutos... do Matheus Nunes. É nisto que está o Benfica.

O Benfica acaba por ser a maior impulsionador ao ateísmo. Nem Jesus nem Deus nos conseguem salvar.

Ainda pensei que desse uma luz ao Luís Filipe Vieira e desatasse a reforçar a equipa naqueles últimos trinta minutos do mercado de transferências após o jogo, mas nada.

Bem, eu até dizia que o mais importante é ter saúde, mas, com tantos casos de COVID-19, nem isso o Benfica consegue. Raios, sinto-me mesmo deprimido com isto.

Mandar bocas a árbitros é apenas para treinadores de nível IV

Rúben Amorim expulso

Rúben Amorim foi expulso ontem no jogo contra o Porto por palavras dirigidas à equipa de arbitragem, após um penalty assinalado a favor do Sporting ser revertido por indicação do VAR.

Na conferência de imprensa aceitou a expulsou mas referiu o seguinte:

Passa pela dualidade de critérios. Faço mea culpa, porque não deveria ter dito o que disse. Ouço o mesmo todas as semanas e momentos antes ouviu-se pior de outro sítio. Não posso falar sempre dos árbitros e aceito qualquer que seja o castigo. O que me revoltou foi a dualidade de critérios. Sempre a aprender e a crescer.

O Rúben Amorim tem de perceber que mandar bocas aos árbitros é um módulo do IV nível do curso de treinador. Só quando ele concluir o curso é que fica habilitado a dizer que os árbitros são uma vergonha ou para irem apanhar num certo sítio, sem arranjar problemas.

Estamos uma calamidade novamente

Então não é que o Cristiano Ronaldo apanha COVID-19 e, menos de 24 horas depois, o Governo passa o país da situação de contingência para o estado de calamidade. Se o António Costa tivesse esperado para ver a exibição do Diogo Jota no jogo contra a Suécia não tinha havido necessidade de declarar o estado de calamidade.

Entre várias das novas medidas apresentadas em conferência de imprensa, houve uma que se destacou:

Apresentar à Assembleia da República uma proposta de lei a que solicitaremos uma tramitação de urgência para que seja imposta a obrigatoriedade do uso da máscara na via pública, repito, com o óbvio bom senso de só nos momentos em que há mais pessoas na via pública e também da utilização da aplicação STAYAWAY COVID em contexto laboral, escolar e académico, nas forças armadas e nas forças de segurança e no conjunto da administração pública.

Agora já se legisla bom senso e instalação de apps? Está bonito isto.

Apesar de não achar correcto o uso obrigatório de máscara na rua, eu ainda percebo que o seja, mas como é que se cria uma lei sobre o "óbvio bom senso da utilização da máscara"? Eu por exemplo, quando vou na rua normalmente não uso máscara, mas quando vou passar por uma zona mais movimentada coloco-a. Mas é o meu bom senso que, olhando para a quantidade de pessoas com que me vou cruzar, o define. Vão andar as autoridades a policiar o bom senso com uma fita métrica?

Depois, a instalação da aplicação STAYAWAY COVID... Será que o Orçamento do Estado tinha lá uma alínea escrita em que o Governo ia oferecer um smartphone, com a aplicação STAYAWAY COVID instalada, a cada português? Não reparei nisso.

Não sei se repararam, mas a STAYAWAY COVID é uma aplicação bastante peculiar. Por um lado, se ninguém a usar não serve para nada, porque não tem dados inseridos suficientes. Por outro, se toda a gente a usar também não serve para nada, porque vai fartar-se de disparar uma quantidade absurda de alertas desnecessários.

É só imaginar o caso de alguém infectado que andou de transportes públicos nos últimos 14 dias. Já imaginaram a quantidade de pessoas que essa pessoa se cruzou durante 15 minutos a menos de 2 metros de distância? E o mais provável é nem terem sido contagiados. Será uma excelente forma para lançar ainda mais o pânico generalizado.

SARS-CR-7

CR7-COVID.jpg

Notícia bombástica do dia de ontem: Cristiano Ronaldo testa positivo à COVID-19.

A comunicação social entrou logo em polvorosa, liderada obviamente pela CMTV, que decidiu logo colocar uma câmara de filmar apontada para a varanda do quarto do Cristiano Ronaldo. Mais tarde, ao final do dia, decidiram arranjar uma técnica em postura comunicativa para analisar a sua postura enquanto esteve à varanda. Será que Cristiano Ronaldo respirou neste momento com mais dificuldades? O que significa ter-se sentado na cadeira, será que já está com sintomas de cansaço? Estes gajos são outro nível.

A TVI24, para não perder o comboio da parvoíce, meteu Rui Pedro Braz a comentar o assunto. De repente, um comentador de futebol que se devia ficar justamente pelo comentários futebolísticos, passou a estar em condições de afirmar tudo e mais alguma coisa. COVID-19? Especialista em saúde pública e Infecciologia. Quebra nas acções da Juventus? Especialista em Economia. Cristiano Ronaldo jantou? Especialista em culinária. Assim é Rui Pedro Braz, especialista em cenas.

Seguindo então o exemplo da nossa comunicação social, também aqui o vosso Urso Tobias recolheu informações fidedignas sobre o caso e está em condições de as avançar com 100% de certezas:

  • Desde que entrou dentro do corpo de Cristiano Ronaldo, o novo coronavírus já sofreu uma nova mutação passando a chamar-se SARS-CR-7. O primeiro vírus bio-informático que consegue infectar tanto seres humanos como máquinas.
  • Segundo o que foi noticiado durante o dia, Cristiano Ronaldo já ia no terceiro teste realizado durante, mas como todos sabemos, com o seu espírito competitivo, ficou a escarafunchar zaragatoas no nariz enquanto todos os outros já tinham saído dos testes e ido para os balneários. Neste momento, as narinas dele estão piores do que o cu da Kathryn Mayorga após uma noite no hotel em Las Vegas.
  • Eduardo Camavinga que, após o jogo com a França, tinha ficado com a camisola de Cristiano Ronaldo e que referiu que não a ia lavar, pensou um pouco melhor sobre o assunto.

Felizmente, Cristiano Ronaldo não é como todos nós portugueses e já durante o dia de hoje irá deslocar-se de volta para Itália, porque, como todos nós sabemos, o que faz sentido é fazer uma viagem de avião privado para outro país estando infectado.

Resta-me só desejar a recuperação rápida ao nosso CR7 e concluir que esta é desde logo mais uma prova que ele está à frente de Messi. Número de testes positivos à COVID-19:

Cristiano Ronaldo - 1

Messi - 0

CHUPA MESSI!!!

Estou em condições de afirmar que terminou o mercado de transferências

Qual Rui Pedro Braz, estou em condições de afirmar que terminou o mercado de transferências em Portugal. Finalmente!

Do que me lembro, foi provavelmente dos anos em que o mercado de transferências no futebol esteve mais activo. Dizemos que a qualidade das novelas portuguesas tem crescido nos últimos anos, mais ainda está bem longe do que são as novelas dos mercados de transferências.

Este ano foi particularmente cansativo tentar acompanhar todos os acontecimentos que foram decorrendo. Houve um pouco de tudo, drama, suspense, comédia, horror. Novelas um pouco para todos os gostos.

Do lado do Benfica, a maior, a grande produção foi a do Cavani. Vem, não vem. Tenho informações de que está 99% certo. Afinal, foi para o Manchester United. Mas muitas outras existiram, protagonizadas por Jorge Jesus que quer sempre 101 reforços e gosta sempre de fazer birrinhas de criança "Se não vêm os que eu gostava, também não quero mais nenhum".

No Porto, que esteve bastante activo no último dia de mercado, a principal foi a de Toni Martínez. Esta foi uma espécie de novela Cavani dos pobres. Vem, não vem. Tenho informações de que está 99% certo. Só que afinal foi mesmo para o Porto. Ao menos esta acabou com sucesso.

Por sua vez no Sporting, também bastante activo no mercado e com uma das maiores surpresas, João Mário, a grande novela foi a tentativa de contratação de Paulinho ao Braga. Obviamente não aconteceu. Quem é que gosta de vender coisas a alguém quando já tem um calote enorme? Só quem gosta de ser feito de parvo.

Mesmo os clubes ditos "mais pequenos" este ano foram bastante activos com muitas contratações de qualidade. Como naquelas novelas em que os personagens secundários têm enredos interessantes.

E não só nas entradas, as saídas também que existiram são uma prova de que o mercado de transferências nacional foi fortíssimo este ano. Existiram saídas de todos os feitios, no entanto, digam o que disserem, a mais sonante e surpreendente para mim, acaba por ser a saída de Madonna para fora de Portugal. Chocante. Desta nenhum dos programas desportivos que comentam as transferências com 100% de certezas adivinharam.

Acredito que iremos ter um campeonato bastante competitivo este ano o que será bom para quem gosta de futebol. Para os que acham que a sua equipa tem de ganhar todos os jogos pelo menos por 3-0 ou então está tudo mal, vai ser uma época mais complicada.

Uma nova equipa, o Benfica de sempre

Benfica contra PAOK. Um jogo que supostamente iria definir muito do que será a temporada do Benfica. Benfica perde. Uma nova equipa, o Benfica das competições europeias de "sempre".

Apesar de toda a confiança em que o Benfica pudesse ultrapassar este adversário, acredito que uma boa parte dos benfiquistas tinha ali uma certa impressão de que isto tinha tudo para correr mal. Então quando o Benfica pagou para o Zivkovic ir-se embora e ele foi para o PAOK, estava-se mesmo a ver que ele ainda ia marcar um golo. É mesmo daquelas coisas à Benfica.

O facto de jogar no Estádio Toumba também já era outro presságio do que viria a acontecer. O Benfica "toumbou" e "toumbou" forte. Mais uma prova que Jorge Jesus não é nenhum mágico que de repente mete as equipas a jogar. É um bom treinador é verdade, mas há muitos outros bons treinadores portugueses por aí. Só precisam é de oportunidades para mostrar o seu trabalho.

Imagino o que se diria na comunicação social se isto tivesse acontecido ao Rui Vitória ou ao Bruno Lage. Seriam completamente enxovalhados em praça pública, mas ontem praticamente não se ouviu nenhuma crítica ao Jorge Jesus. A sua rede de influência está bem montada.

Quando o Luís Filipe Vieira disse na apresentação do Jorge Jesus que queria ganhar na Europa nós benfiquistas é que entendemos mal. O que ele se estava a referir era à Liga Europa. E esse mérito já ninguém tira a Jorge Jesus. Num único jogo conseguiu a qualificação para a Liga Europa.

Temos também de ver que, nesta altura de pandemia, o melhor é mesmo evitar andar a fazer deslocações pela Europa por questões sanitárias. Benfica bem. Se todos fossemos assim, de certeza que não existiriam tantos contágios.

Só sei é que, depois do jogo de ontem, o António Costa vai de certeza despachar-se a saltar fora da comissão de honra do Luís Filipe Vieira.

Rui Pinto, Rei dos Hackers e cenas

Pela forma como vem sendo representado na comunicação social, o Rui Pinto devia passar a apresentar-se como a Daenerys Targaryen.

Acho que lhe ficava bem algo como, Rui Pinto, Rei dos Hackers, dos Computadores e dos Primeiros Emails, Senhor e Protector de Discos Rígidos, Whistleblower John do FootballLeaks, LuandaLeaks e MaltaFiles, o Não-Extorsor, Amigo de Dragões, O Quebrador de Firewalls.

Mais sobre mim

foto do autor

Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

Pesquisar

 

Arquivo

  1. 2021
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2020
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2019
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D
  40. 2018
  41. J
  42. F
  43. M
  44. A
  45. M
  46. J
  47. J
  48. A
  49. S
  50. O
  51. N
  52. D
  53. 2017
  54. J
  55. F
  56. M
  57. A
  58. M
  59. J
  60. J
  61. A
  62. S
  63. O
  64. N
  65. D
  66. 2016
  67. J
  68. F
  69. M
  70. A
  71. M
  72. J
  73. J
  74. A
  75. S
  76. O
  77. N
  78. D
  79. 2015
  80. J
  81. F
  82. M
  83. A
  84. M
  85. J
  86. J
  87. A
  88. S
  89. O
  90. N
  91. D
  92. 2014
  93. J
  94. F
  95. M
  96. A
  97. M
  98. J
  99. J
  100. A
  101. S
  102. O
  103. N
  104. D
  105. 2013
  106. J
  107. F
  108. M
  109. A
  110. M
  111. J
  112. J
  113. A
  114. S
  115. O
  116. N
  117. D
  118. 2012
  119. J
  120. F
  121. M
  122. A
  123. M
  124. J
  125. J
  126. A
  127. S
  128. O
  129. N
  130. D
  131. 2011
  132. J
  133. F
  134. M
  135. A
  136. M
  137. J
  138. J
  139. A
  140. S
  141. O
  142. N
  143. D
  144. 2010
  145. J
  146. F
  147. M
  148. A
  149. M
  150. J
  151. J
  152. A
  153. S
  154. O
  155. N
  156. D
  157. 2009
  158. J
  159. F
  160. M
  161. A
  162. M
  163. J
  164. J
  165. A
  166. S
  167. O
  168. N
  169. D
  170. 2008
  171. J
  172. F
  173. M
  174. A
  175. M
  176. J
  177. J
  178. A
  179. S
  180. O
  181. N
  182. D
  183. 2007
  184. J
  185. F
  186. M
  187. A
  188. M
  189. J
  190. J
  191. A
  192. S
  193. O
  194. N
  195. D
  196. 2006
  197. J
  198. F
  199. M
  200. A
  201. M
  202. J
  203. J
  204. A
  205. S
  206. O
  207. N
  208. D
  209. 2005
  210. J
  211. F
  212. M
  213. A
  214. M
  215. J
  216. J
  217. A
  218. S
  219. O
  220. N
  221. D
Em destaque no SAPO Blogs
pub