Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

Urso Tobias

Tobias, or not Tobias, that is the question. Divagações de um urso.

Urso Tobias

Tobias, or not Tobias, that is the question. Divagações de um urso.

Toca a fechar

A ideia de fechar tudo para o COVID-19 não se alastrar é uma excelente ideia... se fossemos uma ditadura.

Nas ditaduras é que se consegue fechar pessoas em casa por tempo indeterminado só porque sim. Na China, por exemplo, foi relativamente simples fechar cidades inteiras, sem haver grandes perguntas.

Sendo Portugal uma democracia e não havendo expectativas que se vá parar o país inteiro, o que vai acontecer será o seguinte:

  • Cinemas, concertos, espectáculos fechados. As pessoas vão passar a ficar mais em casa à noite. Vão disparar as subscrições da Netflix.
  • Eventos desportivos à porta fechada. As subscrições da SportTV e da BTV vão disparar. Espero que o Benfica também dispare na tabela classificativa, já que com público não vão lá, pode ser que sem público aquilo corra melhor.
  • Escolas e universidades fechadas. Vamos ter jovens a andar por aí a passear na rua, com rotinas totalmente diferentes, podendo infectar ou ser infectados por pessoas que na rotina normal não se cruzariam. Os miúdos mais novos, por sua vez, vão ter de ficar alguém. Ora, como a maioria dos pais terão de trabalhar, é provável que fiquem os avós encarregues dessa missão, ou seja, o grupo mais suscetível de ter problemas graves. O número de vítimas mortais vai disparar.
  • Funerais cancelados. Os corpos vão-se acumulando nas morgues. O vírus vai sofrer mutações e o número de mortos-vivos vai disparar.

Mortos-vivos dominam o planeta. The end. Eu já vi este filme.

E tudo isto porque não somos uma ditadura.

Mais sobre mim

foto do autor

Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

Pesquisar

 

Posts recentes

Arquivo

  1. 2021
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2020
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2019
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D
  40. 2018
  41. J
  42. F
  43. M
  44. A
  45. M
  46. J
  47. J
  48. A
  49. S
  50. O
  51. N
  52. D
  53. 2017
  54. J
  55. F
  56. M
  57. A
  58. M
  59. J
  60. J
  61. A
  62. S
  63. O
  64. N
  65. D
  66. 2016
  67. J
  68. F
  69. M
  70. A
  71. M
  72. J
  73. J
  74. A
  75. S
  76. O
  77. N
  78. D
  79. 2015
  80. J
  81. F
  82. M
  83. A
  84. M
  85. J
  86. J
  87. A
  88. S
  89. O
  90. N
  91. D
  92. 2014
  93. J
  94. F
  95. M
  96. A
  97. M
  98. J
  99. J
  100. A
  101. S
  102. O
  103. N
  104. D
  105. 2013
  106. J
  107. F
  108. M
  109. A
  110. M
  111. J
  112. J
  113. A
  114. S
  115. O
  116. N
  117. D
  118. 2012
  119. J
  120. F
  121. M
  122. A
  123. M
  124. J
  125. J
  126. A
  127. S
  128. O
  129. N
  130. D
  131. 2011
  132. J
  133. F
  134. M
  135. A
  136. M
  137. J
  138. J
  139. A
  140. S
  141. O
  142. N
  143. D
  144. 2010
  145. J
  146. F
  147. M
  148. A
  149. M
  150. J
  151. J
  152. A
  153. S
  154. O
  155. N
  156. D
  157. 2009
  158. J
  159. F
  160. M
  161. A
  162. M
  163. J
  164. J
  165. A
  166. S
  167. O
  168. N
  169. D
  170. 2008
  171. J
  172. F
  173. M
  174. A
  175. M
  176. J
  177. J
  178. A
  179. S
  180. O
  181. N
  182. D
  183. 2007
  184. J
  185. F
  186. M
  187. A
  188. M
  189. J
  190. J
  191. A
  192. S
  193. O
  194. N
  195. D
  196. 2006
  197. J
  198. F
  199. M
  200. A
  201. M
  202. J
  203. J
  204. A
  205. S
  206. O
  207. N
  208. D
  209. 2005
  210. J
  211. F
  212. M
  213. A
  214. M
  215. J
  216. J
  217. A
  218. S
  219. O
  220. N
  221. D
Em destaque no SAPO Blogs
pub