Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

Urso Tobias

Tobias, or not Tobias, that is the question. Divagações de um urso.

Urso Tobias

Tobias, or not Tobias, that is the question. Divagações de um urso.

Fim do Tabu

Bruno-Nogueira TABU

Terminou este Sábado a primeira temporada do programa do Bruno Nogueira, Tabu. Para quem não sabe no que consistia o programa era basicamente o seguinte. Todos os episódios tinham um tema (deficiências físicas, doenças terminais, obesidade, dependências e doenças mentais) normalmente considerado tabu ou ofensivo fazer humor, o Bruno Nogueira passava uma semana com os seus convidados para conhecer as suas histórias e no final fazia um espectáculo de stand-up sobre esse tema.

Ainda antes do programa ser transmitido eu achava que ira ser o melhor programa da televisão portuguesa dos últimos 5 ou 10 anos, pelo menos. Não me enganei.

Primeiro, teve o grande mérito de ter excelentes convidados, com histórias ricas, grande sensibilidade e capacidade de brincarem com as suas situações.

Depois, teve um Bruno Nogueira em alto nível, com capacidade de ouvir, envolver-se com os convidados e, ainda assim, não ficar receoso de fazer humor mais agressivo no espectáculo de stand-up. Isto demonstrou um respeito por si e pelo seu trabalho, mas especialmente pelos seus convidados ao não descriminá-los, indo por um humor que não é o seu.

Este programa foi a prova que fazer humor com assuntos mais sensíveis não quer dizer que não se tem empatia por quem sofre com esses problemas. Antes pelo contrário, muitas vezes quem faz humor nesse sentido é quem tem mais empatia e respeito ao tentar incluir todos.

Era bom que o mesmo tivesse servido para alguma, nem que fosse pouca, mudança de mentalidades, mas duvido muito. Basta ver muitas das opiniões de quem achou justificado o que se passou entre o Will Smith e o Chris Rock nos Oscars.

Um traço comum que se nota em quem acha aceitável o que o Will Smith fez é a vontade de silenciar o outro quando diz algo que não se gosta. O motivo da piada ou até o facto de ser uma piada é totalmente secundário, porque podia ser outra coisa qualquer e seria igual. É a incapacidade em ouvir algo não se gosta.

E isso existe também em muita gente que gostou do programa do Bruno Nogueira. Um certa hipocrisia ao atribuir genialidade ao Bruno por fazer piadas com assuntos tabu porque é um humorista que se gosta e já tem um certo status quo, mas depois voltar a chamar de bestas e afins a outros que fazem o mesmo simplesmente por não se gostar do trabalho ou não conhecer a pessoa.

As pessoas estão no seu direito para não gostar de determinadas piadas. São até livres para as acharem ofensivas para si. Daí até se colocarem intenções no outro ou tentar censurar o seu trabalho já vai um longo caminho.

Globos de Ouro

Globos de Ouro

Os Globos de Ouro foram entregues este Domingo, numa gala apresentada por Clara de Sousa e que premeia os melhores dos melhores nas mais diversas categorias. Ou então apenas os que são mais conhecidos e trabalham na SIC. Se calhar é mais isto.

Vou fazer aqui um apanhado dos comentários feitos no meu magnífico Twitter durante a noite de ontem, alguns com um toque de humor e acidez um bocadinho mais fortes. Quem acompanhou a gala provavelmente vai conseguir identificar a que momentos se referem.

- A SIC a chamar o Melão para cantar. Isto é mesmo só para gozar com os benfiquistas depois da derrota com o Portimonense.

- Quando se tem de levar máscara, mas a única que se tem disponível é a da dança do ventre.

Carolina Carvalho máscara

- A ironia de ser a Carolina Loureiro a entregar o prémio de melhor atriz.

- O que é que se está a passar aqui?

- Mal mencionou o Primeiro-Ministro começou logo a tocar a música. É a mão invisível do Governo sempre em acção.

- Pronto, hoje é o dia de todos darem a picada aos apoios do Governo na Cultura.

- Júlia Palha bem.

Julia Palha

- Olha a Joana Marques sem óculos.

- João Baião rei desta merda toda! Primeiro enterrou a Cristina nas manhãs e agora enterrou-a nos Globos de Ouro.

- João Baião merece.

- Estes Globos de Ouro é mesmo só surpresas... Agora ganhou o Bruno Nogueira.

- Finalmente um discurso de vencedor como deve ser.

- Estou a gostar bastante da apresentação da Clara de Sousa nestes Globos de Ouro. Quase não se dá pela sua presença.

- Espetaaaaaaculo!!

- Porque é que a Carolina Deslandes está disfarçada daquele gajo do Tiger King, o Joe Exotic?

- Mariana Monteiro não precisa ganhar prémio, porque já os tem.

Mariana Monteiro

- Um gajo que ganha um globo de ouro da moda e leva a roupa do pai que é três tamanhos acima. Que é isto?

- O Ljubomir a dizer uma asneira em televisão. Mais uma surpresa.

- Eish, shade na Cristina Ferreira. Não podiam perder a oportunidade, pois não SIC?

- Mais uma grande surpresa. Maria João Abreu a ganhar um prémio.

- Maria João Abreu mal em não se dignar em ir ao palco para receber o prémio.

- Ir de boné para uma gala não se faz.

- Pela forma como estão a ser entregues os Globos de Ouro, ainda não percebi é como a Sara Sampaio não ganhou o prémio para o qual estava nomeada.

- A Sara Matos não teve o filho faz umas duas semanas? E já está assim?

Sara Matos

- Vai ganhar a Daniela Melchior. Querem apostar?

- Raios, ganhou a Carolina Carvalho! Tinha-me esquecido das novelas da SIC.

- Bom pormenor da Carolina Carvalho a dedicar o prémio à Sara Carreira também.

- Daniel Oliveira a piscar o olho à contratação da Filomena Cautela daqui a uns tempos.

- A Filomena Cautela é a maior e tal, mas imaginem por um segundo que era um homem a apalpar o rabo a uma assistente feminina. O horror que já estava instalado nas redes sociais.

- A Iva Lamarão devia ganhar o globo de ouro de melhor vendedora de automóveis.

- Não faço ideia quem são os Now United e isso deixou-me bastante desconfortável. Como não deu para perceber se são maiores de idade decidi ir à cozinha beber um copo de água durante a actuação por via das dúvidas.

- Na TVI também estão a falar umas pessoas que parece que estão a fazer um discurso nos Globos de Ouro. Até já choram e tudo.

- A Iva Lamarão vai entregar o carro como presente, mas é ela que está embrulhada e com um laço.

- QU'ESTA MERDA!!! Que vergonha alheia.

- O vice-almirante está na plateia, faça alguma coisa! Isto é a maior campanha anti-vacinação existente.

- Estou muito tentado em dar razão aos negacionistas depois disto. Isto não é normal! Só pode ter sido efeitos secundários da vacina.

- A Bárbara Branco ganhou o prémio de melhor atriz de teatro, porque era a única que aparece em telenovelas.

- Quase aposto que as votações na categoria de teatro são as que tiveram menos votos. Quase ninguém que vota para isto alguma vez meteu os pés num teatro.

- Foi preciso vir a Rita Blanco para dizer que aqueles textos estão uma merda.

- Não, passarão.

passarão

- Este prémio ao Rui Mendes é o melhor atribuído até agora.

- Realização da SIC impecável. Metem em grande plano uns que morreram, outros filmam lá do fundo que nem dá para saber quem são. Sim senhora.

- Foi a Joana Marques sem óculos para isto...

- Hey Barcarena!

- Se era para isto, agora que sei que são maiores de idade, mais valia terem metido novamente os Now United.

- Alguém devia ter dito à Carolina Deslandes que os cabeleireiros já abriram faz algum tempo. Não tinha necessidade de cortar o cabelo em casa.

- Agora vai ganhar o Carlos do Carmo. Este estou confiante que vou acertar.

- Para todos os artistas que aí andam, se quiserem ganhar um Globo de Ouro, já sabem o que fazer. É morrer.

- Agora está o André Ventura a espumar-se todo em frente à televisão e ainda por cima sem poder deitar tudo cá para fora no Twitter.

- Será que foi o Nilton que escreveu as piadas que os apresentadores têm de dizer antes de anunciarem os prémios?

- Bem, se calhar foram os GNR...

- O Humberto Bernardo ainda é vivo! Já valeu a pena assistir aos Globos de Ouro.

- O Humberto Bernardo diz 'treuze'. Está explicado o porquê de ter desaparecido da televisão.

- A pessoa que fez a maquilhagem do Balsemão é que devia ganhar o globo de ouro do prémio mérito e excelência.

- O vice-almirante Gouveia e Melo vai ser o protagonista da próxima telenovela da SIC.

- "Então e a Graças Freitas e a Marta Temido? Não merecem Globos de Ouro? Sexismo! Isto são daddy issues!" - alguém aqui pelas redes sociais daqui a pouco, muito provavelmente.

- O vice-almirante deve ter ficado bem contente com o prémio. Aquilo visto de lado até parece mais ou menos um submarino e tudo.

- Os gajos a darem um carro como prémio e a gastarem-lhe a bateria toda.

- Face ao histórico de ofertas ao Fernando Mendes, espero que alguém ontem na gala o tenha avisado que o prémio não é comestível. Aquela foi provavelmente a primeira vez que lhe ofereceram alguma coisa que não era enchidos ou doces.

E pronto, foi isto. Nada de especial, mas fica compartilhado aqui também.

Opinião impopular

captura-de-ecra-2021-04-06-as-134935[1].jpg

Ontem estreou, na SIC, "Princípio, Meio e Fim", o novo programa da autoria de Bruno Nogueira, Nuno Markl, Salvador Martinha e Filipe Melo e que conta com Albano Jerónimo, Jessica Athayde, Rita Cabaço e Nuno Lopes no elenco.

A forma como a SIC publicitou o programa foi deveras curioso:

SIC: Vejam este incrível e original novo programa de Bruno Nogueira, "Princípio, Meio e Fim".

Portugueses: Sim, a que horas?

SIC: Meia-noite de um Domingo.

Portugueses: ...

A colocação do programa a essa hora é uma espécie de teste. Ver quantos fãs do Bruno Nogueira não precisam de acordar cedo para ir trabalhar no dia seguinte.

Eu fui um desses e aqui vai uma opinião impopular. Este programa do Bruno Nogueira é engraçado e uma lufada de ar fresco por ser totalmente diferente do que passa na televisão generalista, mas se fosse feito por outras pessoas toda a gente diria que era uma parvoíce. E antes que venham com coisas, porque parece que tem sempre de se justificar as opiniões, eu gostei do programa. Mas é a realidade. Só me parece é que o Bruno Nogueira está a ter aquilo que o Salvador Sobral uma vez disse de poder mandar um peido que as pessoas aplaudiam de qualquer forma. É o mérito de já ter conseguido esses seguidores.

Veja-se o exemplo de Cristina Ferreira quando fez um especial de Natal, em directo, sem guião, cheio de nonsense. Muita desta gente que agora diz que o conceito do "Princípio, Meio e Fim" é genial e brilhante, deitou abaixo o especial de Natal por ser parvo. Isto porque quem segue o Bruno Nogueira é gente intelectual e quem não gosta então é sinal que não é suficientemente evoluído, mas quem gosta da Cristina Ferreira são os parolos que não pensam.

É que se formos a ver bem, todos nós já nos juntámos com amigos a falar e a quantidade de palermices que vai saindo das nossas bocas é incrível, só não é criado um programa humorístico a partir disso. Mas podia. Olhem que podia.

Eu acima gozei com a SIC pelo horário em que colocaram o programa, mas também temos de dar o mérito quando tal é devido. É verdade que colocar um programa destes às horas que colocou e com a experiência do "Como é que o bicho mexe?" a já dar algumas garantias torna tudo um bocado mais simples, mas, neste caso, foi Daniel Oliveira o verdadeiro corajoso ali. É fácil para Bruno Nogueira e companhia poderem dar-se ao luxo de fazer um programa onde se pode escrever e fazer o que se quiser quando lhes dão a liberdade total para isso. E esse é, para mim, o verdadeiro sentido por trás do "Princípio, Meio e Fim", a liberdade.

Apedrejamento digital do humorista

Com o futebol ainda sem espectadores, parece que o novo desporto favorito dos portugueses é o apedrejamento digital do humorista. Primeiro foi o Bruno Nogueira e o espectáculo Deixem O Pimba Em Paz. Depois, o Ricardo Araújo Pereira e a ida ao Avante. Mais recentemente, o Nilton e a Pipoca Mais Doce com o espectáculo em Guimarães.

Sim, aparentemente ainda há pessoas que não perceberam que a vida continua e que podem existir eventos em que os espectadores estão todos com máscara e afastados com alguma distância, de acordo com as regras definidas pela DGS. Está difícil entrar isso na cabeça.

Não digo com isto que olhando para algumas das imagens que vieram a público as pessoas não fiquem revoltadas. Realmente é chocante haver tanta gente a pagar para assistir a um espectáculo de stand-up comedy com o Nilton e a Pipoca Mais Doce, mas isso já é outra conversa que não tem nada a ver para o caso.

Dito isto, apesar de não concordar com as críticas, admito que tem sempre piada ver quem andou a criticar umas situações (*cof* *cof* Avante!  *cof* *cof*) agora apanhar por causa do mesmo. É como ir mijar contra uma parede e estar a apanhar com os salpicos em ricochete. Acontece.

Portanto, promotores de espectáculos e artistas, parem de ser parvos e proíbam a captação de imagens nos espectáculos. Resolvem este problema de forma bastante simples.

É que a não ser que o espectáculo esteja vazio e como tal também não será grande ideia haver provas disso, irá haver sempre alguém que tire uma foto qualquer em que vai parecer que o espaço está à completamente à pinha, mesmo estando a cumprir as regras. Assim sempre poupam nas explicações que têm de dar depois para se tentarem defender.

Deixem O Coronavírus Em Paz

Não deixa de ter uma certa piada, pessoal que gozou com o facto do PCP ainda não ter desistido da Festa do Avante! achar normal os espectáculos do Deixem o Pimba em Paz no Campo Pequeno com 2000 pessoas cada dia.

Como eu já disse, um ajuntamento é mesmo uma questão mais filosófica e abstracta do que propriamente física. Ou seja, acaba por não depender da distância das pessoas entre si. Depende da relação entre as pessoas, depende do que as pessoas estão a fazer e, mais que tudo, depende se queríamos ir a outra coisa que não deixam, mas "Ah e tal, esta já deixam!".

Spin-off dos livros da Anita

Marcelo vai ao supermercado.

Marcelo vai ao restaurante.

Marcelo vai ao Infarmed.

Marcelo vai à praia.

Marcelo vai à feira.

Marcelo vai à livraria.

Marcelo vai passar uma noite num hotel.

Marcelo vai ao espectáculo do Bruno Nogueira.

Marcelo vai ao festival de teatro em Almada.

Marcelo vai ao cinema.

Nós agora mais que um Presidente da República, temos um spin-off dos livros da Anita.

Mais sobre mim

foto do autor

Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

Pesquisar

 

Arquivo

  1. 2022
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2021
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2020
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D
  40. 2019
  41. J
  42. F
  43. M
  44. A
  45. M
  46. J
  47. J
  48. A
  49. S
  50. O
  51. N
  52. D
  53. 2018
  54. J
  55. F
  56. M
  57. A
  58. M
  59. J
  60. J
  61. A
  62. S
  63. O
  64. N
  65. D
  66. 2017
  67. J
  68. F
  69. M
  70. A
  71. M
  72. J
  73. J
  74. A
  75. S
  76. O
  77. N
  78. D
  79. 2016
  80. J
  81. F
  82. M
  83. A
  84. M
  85. J
  86. J
  87. A
  88. S
  89. O
  90. N
  91. D
  92. 2015
  93. J
  94. F
  95. M
  96. A
  97. M
  98. J
  99. J
  100. A
  101. S
  102. O
  103. N
  104. D
  105. 2014
  106. J
  107. F
  108. M
  109. A
  110. M
  111. J
  112. J
  113. A
  114. S
  115. O
  116. N
  117. D
  118. 2013
  119. J
  120. F
  121. M
  122. A
  123. M
  124. J
  125. J
  126. A
  127. S
  128. O
  129. N
  130. D
  131. 2012
  132. J
  133. F
  134. M
  135. A
  136. M
  137. J
  138. J
  139. A
  140. S
  141. O
  142. N
  143. D
  144. 2011
  145. J
  146. F
  147. M
  148. A
  149. M
  150. J
  151. J
  152. A
  153. S
  154. O
  155. N
  156. D
  157. 2010
  158. J
  159. F
  160. M
  161. A
  162. M
  163. J
  164. J
  165. A
  166. S
  167. O
  168. N
  169. D
  170. 2009
  171. J
  172. F
  173. M
  174. A
  175. M
  176. J
  177. J
  178. A
  179. S
  180. O
  181. N
  182. D
  183. 2008
  184. J
  185. F
  186. M
  187. A
  188. M
  189. J
  190. J
  191. A
  192. S
  193. O
  194. N
  195. D
  196. 2007
  197. J
  198. F
  199. M
  200. A
  201. M
  202. J
  203. J
  204. A
  205. S
  206. O
  207. N
  208. D
  209. 2006
  210. J
  211. F
  212. M
  213. A
  214. M
  215. J
  216. J
  217. A
  218. S
  219. O
  220. N
  221. D
  222. 2005
  223. J
  224. F
  225. M
  226. A
  227. M
  228. J
  229. J
  230. A
  231. S
  232. O
  233. N
  234. D
Em destaque no SAPO Blogs
pub