Saltar para: Post [1], Comentários [2], Pesquisa e Arquivos [3]

Urso Tobias

Tobias, or not Tobias, that is the question. Divagações de um urso.

Urso Tobias

Tobias, or not Tobias, that is the question. Divagações de um urso.

Em Chamas


Durante este Verão os incêndios fizeram parte do nosso quotidiano como acontece sempre nesta altura do ano. A principal diferença em relação aos outros anos foi a minha intervenção pessoal num combate ao fogo. Apesar de não ter alterado a minha opinião relativamente ao assunto deu para sentir na pele o que, por vezes, os bombeiros vivem.
Uma coisa que me irrita é o alarmismo desnecessário e desmesurado, os "Ai meus Deus!", "Isto vai arder tudo!", ... Isto dito aos gritos é enervante, porque para além de não ajudar, irrita e provoca erros das pessoas que estão a tentar fazer alguma coisa.
Aprendi que é necessário combater o incêndio em duas frentes: uma física (combate directo ao fogo) e outra psicológica, tentando acalmar as pessoas da melhor maneira possível.
Os culpados dos incêndios? As mulheres com batas aos quadrados. Se repararem em todas as reportagens de incêndios existe pelo menos uma destas senhoras. Falando agora a sério, existem vários culpados: os incendiários, os donos dos terrenos, o governo, as câmaras municipais, o sistema judicial, entre outros. Basicamente o dia-a-dia dos portugueses transposto para as florestas e incêndios. A incapacidade de prevenir antes de remediar tão típica do povo português.
Mas ainda há muito para arder este ano e nos seguintes.

Queria aproveitar para dizer ao Sr. Incendiário que está a dever-me o visionamento do filme "Dragão Vermelho" e as minhas pernas e braços querem agradecer ao dono do terreno onde estive a ajudar a apagar o fogo, pelas feridas provocadas pelas silvas, ramos de árvores e OTNS (Objectos Terrestres Não Identificados). Um bem haja a vossas excelências.

2 comentários

Comentar post

Mais sobre mim

foto do autor

Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

Pesquisar

 

Arquivo

  1. 2021
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2020
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2019
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D
  40. 2018
  41. J
  42. F
  43. M
  44. A
  45. M
  46. J
  47. J
  48. A
  49. S
  50. O
  51. N
  52. D
  53. 2017
  54. J
  55. F
  56. M
  57. A
  58. M
  59. J
  60. J
  61. A
  62. S
  63. O
  64. N
  65. D
  66. 2016
  67. J
  68. F
  69. M
  70. A
  71. M
  72. J
  73. J
  74. A
  75. S
  76. O
  77. N
  78. D
  79. 2015
  80. J
  81. F
  82. M
  83. A
  84. M
  85. J
  86. J
  87. A
  88. S
  89. O
  90. N
  91. D
  92. 2014
  93. J
  94. F
  95. M
  96. A
  97. M
  98. J
  99. J
  100. A
  101. S
  102. O
  103. N
  104. D
  105. 2013
  106. J
  107. F
  108. M
  109. A
  110. M
  111. J
  112. J
  113. A
  114. S
  115. O
  116. N
  117. D
  118. 2012
  119. J
  120. F
  121. M
  122. A
  123. M
  124. J
  125. J
  126. A
  127. S
  128. O
  129. N
  130. D
  131. 2011
  132. J
  133. F
  134. M
  135. A
  136. M
  137. J
  138. J
  139. A
  140. S
  141. O
  142. N
  143. D
  144. 2010
  145. J
  146. F
  147. M
  148. A
  149. M
  150. J
  151. J
  152. A
  153. S
  154. O
  155. N
  156. D
  157. 2009
  158. J
  159. F
  160. M
  161. A
  162. M
  163. J
  164. J
  165. A
  166. S
  167. O
  168. N
  169. D
  170. 2008
  171. J
  172. F
  173. M
  174. A
  175. M
  176. J
  177. J
  178. A
  179. S
  180. O
  181. N
  182. D
  183. 2007
  184. J
  185. F
  186. M
  187. A
  188. M
  189. J
  190. J
  191. A
  192. S
  193. O
  194. N
  195. D
  196. 2006
  197. J
  198. F
  199. M
  200. A
  201. M
  202. J
  203. J
  204. A
  205. S
  206. O
  207. N
  208. D
  209. 2005
  210. J
  211. F
  212. M
  213. A
  214. M
  215. J
  216. J
  217. A
  218. S
  219. O
  220. N
  221. D
Em destaque no SAPO Blogs
pub