Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

Urso Tobias

Tobias, or not Tobias, that is the question. Divagações de um urso.

Urso Tobias

Tobias, or not Tobias, that is the question. Divagações de um urso.

Carinho

Ursinhos Carinhosos

Benfiquistas, não desesperem mais com os maus resultados e péssimas exibições. Eu fiz uns contactos e fui chamar os meus amigos Ursinhos Carinhosos. Se o Benfica está a precisar de carinho, aqui está a solução.

Abaixo segue uma preview do vídeo motivacional que será dado a jogadores e equipa técnica antes do jogo de hoje contra o Arsenal.

Estou confiante que com isto vamos ganhar facilmente aos ingleses.

Peço desculpa a todos os benfiquistas por não me ter lembrado disto há mais tempo. Se soubesse que bastava isto do carinho, eu já tinha feito este contacto e já tinhamos resolvido isto. Eu assumo as minhas responsabilidades nesta crise do Benfica. Desculpem e tentarei estar mais atento no futuro.

Não há crise!

Não há crise!

Esta crise do Benfica não tem nada a ver comigo, eu não treinava os meus jogadores…

Foi esta uma das declarações marcantes feitas por Jorge Jesus na conferência de imprensa de antevisão do jogo com o Arsenal.

Claramente Jorge Jesus só tem a ver com o período a seguir à eliminação do playoff para a Liga dos Campeões até ao dia das eleições do Benfica. Tudo o resto, antes e depois desse período, ele não tem culpa, como é óbvio. Alguma vez o mestre da táctica, inventor do futebol moderno e visionário na escolha de defesas laterais poderia ter culpa dos maus resultados e péssimo futebol jogado pela equipa? Nunca!

A continuar assim, acredito que, muito em breve, iremos ter mais uma temporada de Não Há Crise!, o programa de apanhados da SIC. Desta vez, com Jorge Jesus como novo apresentador.

Olhem que vai dar jeito

Lago artificial em Pedrógão Grande

Muita gente está-se a insurgir contra o projecto do lago artificial que irá homenagear as vítimas de Pedrógão Grande e que vai custar 1,8 milhões de euros.

Eu não concordo com esta indignação. Eu sei que à primeira vista parece uma homenagem irónica. Num sítio onde já morreu tanta gente queimada, 'bora lá então queimar mais uns largos milhares de euros em sua homenagem. No entanto, se virem bem o planeamento florestal que não foi feito após o incêndio, notam que ter um lago artificial ali vai ser bastante útil. É que mais cedo ou mais tarde vão precisar daquela água toda para apagar novos incêndios. Olhem que vai dar jeito.

Eu vi um LAPO

Eu vi um LAPO

Um feio LAPO

Ali na Bica

Com a porta fechada não fica

 

Tu viste um LAPO

Um feio LAPO

Gritam por liberdade

Nem percebem metade

 

Eu vi um LAPO

Com guardanapos

Estavam a papar

Um bom jantar

 

Tu viste um LAPO

Com guardanapos

E o que comiam

E o que faziam

 

Eu vi um LAPO

A encherem o papo

Tudo comeram

E máscaras não meteram

 

Tu viste um LAPO

A encherem o papo

E o restaurantezoco

Até parece que faz pouco

 

Eu vi um LAPO

Um grande LAPO

Foram retardados

Ficámos zangados

 

Tu viste um LAPO

Um grande LAPO

Deixem-nos lá estar

Uma boa multa vão levar

Péssima ideia de marketing

Não entendo isto do proprietário do restaurante LAPO insistir em não cumprir as regras de saúde pública. É que podiam fazer um protesto, com distanciamento social e com máscaras, mostrando que era possível estarem abertos cumprindo regras. Mas não. Decidem ir pela onda do negacionismo da doença.

Isto é algo que não faz sentido algum e nem sequer falo da parvoíce típica dos negacionistas. Simplesmente pela questão de marketing é algo que não deve ter sido bem pensado. É que pretendem mostrar-se como lutadores pela liberdade, mas o que fica é que são lutadores pela propagação da COVID-19. É esta a mensagem que passa para todos.

Quem é que, após isto tudo terminar, quererá ir de forma frequente a um restaurante que não tem preocupações com a saúde pública? Se não se preocupam com um vírus que provocou um pandemia mundial, iam preocupar-se com uma coisa mais simples como salmonelas? Outras bactérias? Bolores? Provavelmente são também tudo invenções dos poderes instalados para controlar os carneiros, ovelhas ou lá o que é que eles adoram chamar.

A mensagem que passa é que se não se preocupam que um cliente apanhe Covid-19, então também não devem ficar muito preocupados que um cliente apanhe uma bela caganeira. Péssima ideia de marketing.

Pág. 1/2

Mais sobre mim

foto do autor

Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

Pesquisar

 

Arquivo

  1. 2021
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2020
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2019
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D
  40. 2018
  41. J
  42. F
  43. M
  44. A
  45. M
  46. J
  47. J
  48. A
  49. S
  50. O
  51. N
  52. D
  53. 2017
  54. J
  55. F
  56. M
  57. A
  58. M
  59. J
  60. J
  61. A
  62. S
  63. O
  64. N
  65. D
  66. 2016
  67. J
  68. F
  69. M
  70. A
  71. M
  72. J
  73. J
  74. A
  75. S
  76. O
  77. N
  78. D
  79. 2015
  80. J
  81. F
  82. M
  83. A
  84. M
  85. J
  86. J
  87. A
  88. S
  89. O
  90. N
  91. D
  92. 2014
  93. J
  94. F
  95. M
  96. A
  97. M
  98. J
  99. J
  100. A
  101. S
  102. O
  103. N
  104. D
  105. 2013
  106. J
  107. F
  108. M
  109. A
  110. M
  111. J
  112. J
  113. A
  114. S
  115. O
  116. N
  117. D
  118. 2012
  119. J
  120. F
  121. M
  122. A
  123. M
  124. J
  125. J
  126. A
  127. S
  128. O
  129. N
  130. D
  131. 2011
  132. J
  133. F
  134. M
  135. A
  136. M
  137. J
  138. J
  139. A
  140. S
  141. O
  142. N
  143. D
  144. 2010
  145. J
  146. F
  147. M
  148. A
  149. M
  150. J
  151. J
  152. A
  153. S
  154. O
  155. N
  156. D
  157. 2009
  158. J
  159. F
  160. M
  161. A
  162. M
  163. J
  164. J
  165. A
  166. S
  167. O
  168. N
  169. D
  170. 2008
  171. J
  172. F
  173. M
  174. A
  175. M
  176. J
  177. J
  178. A
  179. S
  180. O
  181. N
  182. D
  183. 2007
  184. J
  185. F
  186. M
  187. A
  188. M
  189. J
  190. J
  191. A
  192. S
  193. O
  194. N
  195. D
  196. 2006
  197. J
  198. F
  199. M
  200. A
  201. M
  202. J
  203. J
  204. A
  205. S
  206. O
  207. N
  208. D
  209. 2005
  210. J
  211. F
  212. M
  213. A
  214. M
  215. J
  216. J
  217. A
  218. S
  219. O
  220. N
  221. D
Em destaque no SAPO Blogs
pub